BRASIL, Mulher, de 20 a 25 anos, Portuguese, German, Livros, Viagens
MSN - lelathi@msn.com

 

    Vida do Tobias
  Blog do Rolf
  Blog da Rachel
  Dr. Rodney
  Blog do Thomas
  Fred
  Flog da Anne
  Flog do Chapadão
  Fotolod da Karola
  Fotolog da Rachel
  Fotolog do Fernando
  Fotolog da Andressa
  Fotolog do Klaus Friesen
  Fotolog da Luciane Rempel
  Fotolog de Bibiana
  Fotolog da Sabrina
  MEU fotolog...
  Meu blog antigo


 

 
 

   

   


 
 
Flor do Campo



Sobre o Fim

Isso está com uma leve camada de pó. Um mês com o Joe, isso já faz tento tempo. É incrível como ainda conto os meses. Se eu ainda tivesse com ele íamos fazer em alguns dias 5 meses. Mas ao invés disso, é um mês longe dele. Um mês sem ele.

Como eu me sinto com isso?

Difícil de descrever. Tem horas que eu to bem e acho que foi o certo. Mas tem horas que dói, que quero muito ele de volta. Tem horas que a saudade fica tão grande, que não cabe em mim. Tenho q lutar contra mim para não ligar para ele ou procurar. Eu prometi me afastar. E como é difícil manter promessas. Mas eu tiro forças, eu não sei como, mas tiro. E não procuro ele.

Como fazer o coração entender que tudo acabou? Pedir para ele parar de relembrar os bom momentos e gritar e chamar pelo Joe se foi? Ele não quer esquecer o Joe. Eu não quero esquece-lo. Passei tantos momentos bons ao lado dele. Momentos que me fizeram tão bem. E agora tudo acabou. É como se alguém saiu e apagou as luzes trancou tudo e me esqueceu trancado e presa... sinto falta do sorriso dele, das palavra, de tar junto com ele, de sair c ele, de conversar c ele. As vezes vejo um programa legal e penso isso seria legal fazer c o Joe ou ele ia gostar, mas nem ao menos posso falar isso para ele.

Continuo longe dele. E não posso me aproximar. Tenho que aprender a viver sem ele. Aprender a esquecer um amor que foi especial para mim. É claro que tive momentos ruis com ele, mas isso faz parte para o relacionamento crescer, ainda estávamos aprendendo a conviver um com o outro.

Meu grande amor. Não quero e não consigo dizer Adeus. Isso dói de mais. Saiba que sempre vou te amar, meu menino, meu Joe.



Escrito por Leila às 19h24
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]